Catálogo

Capa o que o vento não levou 3D.png

LANÇAMENTO

O que o vento não levou

Manoel Medeiros

Ilustrações Elaine Medeiros

O que o vento é capaz de levar? Essa substância invisível e tão fundamental que canta para além de nossas janelas, que atravessa os cômodos da casa, que carrega pelas ruas da cidade as sacolas abandonadas, as folhas que despencaram das árvores, que balança, implacável, penteados, roupas, galhos, que conduz embarcações pelos rios e mares, que inclusive é veículo para pássaros e sementes. Mas não só isso. Se pensarmos no campo da metáfora, um sopro de vento pode levar sentimentos, saudades, aquilo que fomos um dia e não desejamos mais ser ou aquilo que buscamos reter, mas que parece em inevitável partida. Pois Manoel Medeiros, desafia essas vocações objetivas e subjetivas do vento para eternizar, em versos, aquilo que ventania alguma jamais conseguirá levar.

Imagem meramente ilustrativa